Como Funciona o Dropshipping em 2022? Entenda de Forma Detalhada!

Como funciona o dropshipping? Como se dá o funcionamento desse tipo de técnica de venda na internet? Vale a pena vender através de dropshipping ou é furada? Qual o valor médio que é possível ganhar na internet com uma loja de dropshipping bem organizada? Quais produtos é possível vender em uma loja como essas?

Com o avanço da tecnologia, a cada dia que passa novas formas de ganhar dinheiro surgem. No passado, estávamos acostumados somente com os empregos de carteira assinada ou contrato de trabalho, em que nos deslocávamos até a empresa para trabalhar durante 8 horas seguidas.

Na realidade, essa é uma prática comum e ainda presente em grande maioria na sociedade, porém, ao que tudo indica, cada vez mais haverão pessoas trabalhando por conta própria através da internet. Seja com técnicas diferentes da que vamos apresentar ou com o próprio dropshipping: o futuro do trabalho e do faturamento está na internet.

No conteúdo de hoje, vamos abordar uma das formas de ganhar dinheiro com a internet mais famosas. Estamos falando do dropshipping, modalidade de venda sem estoque que vem ganhando fama a cada dia que passa. Portanto, caso queira saber como funciona o dropshipping, recomendamos que nos acompanhe até o final do conteúdo. Vamos lá, leia com a gente!

O que significa o dropshipping?

Antes de saber como funciona o dropshipping, você precisa compreender o que se trata o termo, ou seja, o que significa “dropshipping”, em inglês. Em suma, dropshipping em inglês se torna uma palavra composta em português, pois quer dizer “remessa direta”. Dessa forma, é um termo usado para especificar vendas sem estoque.

Dropshipping, portanto, significa montar uma loja virtual em que você vende produtos que, na realidade, não estão nem perto de você, pois você não tem um estoque. Apesar de parecer loucura, é uma técnica muito interessante e que tem feito cada vez mais um número maior de milionários ao redor do mundo.

Aqui no Brasil, para se ter uma noção, o mercado de dropshipping ainda é novo. A onda do mercado surgiu em 2019, quando alguns gurus falsos implementaram a ideia na internet através de cursos que ensinavam apenas na criação da loja. Porém, com o tempo esse mesmo pessoal que foi passado para trás acabou se aperfeiçoando.

Assim, criou-se um grupo de profissionais com um número bem baixo, mas que tomaram conta do mercado e fizeram milhões de reais e dólares até o ano passado, em 2021. Atualmente, no entanto, existem cursos bons disponíveis em plataformas digitais de afiliação, como a Hotmart.

Como funciona o dropshipping na prática?

Afinal, e como funciona o dropshipping na prática? A explicação sobre o significado do termo já conseguiu nos dar uma ideia de como ele funciona, mas é interessante que você confira os detalhes. Abaixo, deixamos um guia detalhado, mas simples de entender, sobre como funciona o dropshipping do início ao fim, incluindo seu cotidiano como dono de loja virtual. Leia conosco e entenda melhor, vamos lá!

Crie a sua loja

O primeiro passo nesse funcionamento todo é criar a sua loja. É através dessa loja que seus clientes realizarão as compras que desejarem, seja porque chegaram por meio do tráfego orgânico ou então até mesmo o tráfego pago. De qualquer forma, é necessário que ela esteja pronta para receber seus clientes.

A estética da loja de dropshipping possui grande importância. Ela deve ter correlação com uma série de técnicas de marketing que realmente fazem a diferença. Por exemplo, técnicas de marketing de diferenciação ou a importância das cores dentro do marketing podem realmente trazer resultados incríveis.

Além disso, é necessário aplicar técnicas para deixar sua loja realmente completa: como você vai receber o dinheiro pago através de boletos e cartões de crédito? É aí que entra o gateway de pagamento. Trata-se de um serviço que você assina (Mercado Pago, PagSeguro, etc.), em troca de taxa de juros que é cobrada a cada venda realizada.

Dessa forma, sempre que um cliente querer comprar um produto seu, na página de pagamento, poderá escolher as mais diferentes formas, como link de pagamento, cartão de débito, cartão de crédito com a quantidade de vezes que você aceitar (Mercado Livre aceita em até 18x, com juros maiores) e até mesmo boleto bancários

Atente-se a plataforma da sua loja

É de grande importância que você se atente a plataforma que irá utilizar para criar a sua loja de dropshipping. Por exemplo, enquanto o Shopify cobra 39 dólares para ficar no ar por um mês, o WooCommerce não possui mensalidade além do que você paga para a sua hospedagem de sites (cerca de 30 reais mensais). Falando nisso, temos muitas dicas sobre este tema aqui no criar sites.

Mas, sobre estes detalhes, falamos no tópico final do conteúdo, sobre as plataformas de dropshipping. Continue lendo conosco, vamos lá!

Escolha um ou mais fornecedores (geralmente internacional)

Como funciona o dropshipping? Bem, até aqui já entendemos como criar uma loja e também outros detalhes sobre o assunto. Partimos então para o momento em que escolhemos os nossos fornecedores, que podem ser representados por várias empresas ou apenas uma com bons produtos.

Em geral, a grande maioria dos seus fornecedores é internacional, e advém de um só local: o AliExpress. Trata-se do maior varejo online do mundo, com produtos a preço de banana, é claro, vindo da China. Dessa forma, alguns problemas podem ser encontrados na hora da escolha de um fornecedor realmente confiável.

Um pouco mais abaixo no conteúdo ensinamos você a como escolher seus fornecedores, com dicas únicas. Além de fornecedores internacionais, existem também, é claro, as opções nacionais. Aqui, a confiança é maior, afinal, estamos falando de fornecedores que estão localizados no Brasil.

Porém, um dos grandes problemas de escolher fornecedores nacionais, está no fato de que sua margem de lucro será sempre menor. Esses produtos são mais caros do que aqueles encontrados em grandes varejos da China, como AliExpress e Shopee, já que a mão de obra encontrada na Ásia é bem mais barata do que aqui no Brasil.

Cadastre os produtos destes fornecedores

Escolhidos os seus produtos, então você deve cadastrá-los em sua loja. Como funciona o dropshipping nesse ponto? Bem, basicamente você deve seguir algumas regras técnicas de importação via plugin. Vale ressaltar que essa técnica é válida somente para compras de produtos internacionais.

Enquanto no Brasil você terá contato direto com seu fornecedor, quando falamos de produtos importados da China, não é bem assim que acontece. Quando você cadastra um produto do AliExpress, não pode ir com sua conta toda vez que vendê-lo para comprar e entregar no endereço de seu cliente.

Em algum momento, após realizar várias compras com endereços sempre diferentes, sua conta será bloqueada. É nesse momento em que entra o Oberlo, um dos maiores e melhores plugins de importação para dropshipping, que permite até mesmo padronizar porcentagens de lucro em cima dos produtos.

Como funciona o Oberlo?

Basicamente, estamos falando de um plugin que possui compatibilidade com quase todas as plataformas usadas para dropshipping: Squarespace, Shopify, WooCommerce, Wix, entre outras. Ao usá-lo, você insere o link do produto do AliExpress que deseja importar para a sua loja. Em seguida, realiza as configurações necessárias do produto: alteração de ordem das fotos, descrição em português, porcentagem de lucro em cima do valor original no AliExpress, etc.

Após este ponto, quando o seu cliente faz a compra e insere um endereço de entrega, este já é automatizado para a entrega através do AliExpress, que será realizada assim que você efetuar a compra do produto realizando um pagamento, seja este através de um cartão de crédito ou até mesmo boleto bancário. Neste caso, você ficou com o lucro definido na porcentagem, pago pelo seu cliente.

Cadastro de produtos nacionais

Em se tratando de produtos nacionais, não há muito segredo: aqui você usa a sua plataforma para realizar cadastro manuais, inserindo fotos e detalhes do produto de seu fornecedor. Assim, a cada vez que um cliente novo realizar a compra, você repassa os dados ao seu fornecedor que envia o produto.

Alguns fornecedores nacionais também possuem plataformas próprias e que trabalham de forma automatizada, podendo ser compatibilizada com alguns modelos de plataforma, como Shopify e WooCommerce, principalmente, que são as plataformas mais usadas para dropshipping nacional.

Crie campanhas de Face ou Google Ads

O próximo passo, portanto, é criar campanhas de Face ou Google Ads. Com a sua loja já pronta, a única coisa que falta é atrair os seus clientes. Estes chegarão em sua loja através de campanhas de tráfego pago, que podem ser realizadas através de plataformas Ads, como o Google ou Facebook que já mostramos.

Há ainda quem prefira atrair seu público através do Instagram, por meio de propagandas também pagas e associação da loja online com o app. Assim, cada publicação de produto pode ser diretamente direcionada para a página de venda do produto, ou checkout final para pagamento.

Vale ressaltar ainda que, se você quiser, pode trabalhar com o método de venda e atração de clientes por tráfego orgânico. Neste caso, você atrai novos clientes sem gastar um centavo sequer, usando técnicas orgânicas para ranqueamento em motores de busca como Google e Bing.

Dessa forma, sempre que algum cliente em potencial procurar pelo nome do seu produto, as páginas de sua loja irão aparecer entre os primeiros resultados. Naturalmente, milhares de pessoas visitarão sua loja de forma orgânica, diariamente, sem a necessidade de ter que investir dinheiro em anúncios.

É uma prática mais difícil de ser colocada em prática, já que são necessárias técnicas de SEO em todas as páginas desejadas. Assim, leva mais tempo para que os resultados apareçam de verdade. Continue lendo conosco para continuar entendendo como funciona o dropshipping.

Seus clientes realizam ordens de compras

Em seguida, os seus clientes realizam as ordens de compras. Até aqui, já montamos a loja, cadastramos os produtos e atraímos nossos clientes. Então, está na hora de os mesmos realizarem a compra. Lembra-se de quando falamos da importância de um bom gateway de pagamento, ou seja, da página de checkout?

Chegou o ponto em que isto ganha maior importância. Quando o seu cliente realizar uma ordem de compra, terá que escolher as condições de pagamento que mais se encaixam com aquilo que consegue pagar. Assim, é interessante que você tenha opções variadas, como pagamento via link, cartão de crédito em, no mínimo, 6 vezes, Pix via QR Code, boleto bancário e até mesmo um cartão de débito.

Dessa forma, ao escolher o método de pagamento na realização da ordem de compra, em algumas opções o dinheiro já irá cair de forma direta na sua conta. Pagamentos com crédito, débito e QR Code são alguns exemplos. Enquanto o pagamento via boleto bancário pode demorar até 72hs para ser compensado.

A importância da escolha do gateway de pagamento está na velocidade em que você recebe o seu dinheiro: alguns permitem que você receba o pagamento em até 1 dia útil, outros em 15 dias e, por fim, em 30 dias. Quanto menor for o tempo de recebimento, maior é a taxa de juros cobrada sobre o valor do produto vendido.

Sabendo disso, portanto, é de suma importância que você tenha um bom capital de giro para trabalhar. Dessa forma, pode optar por receber seu pagamento somente após 30 dias de vendas, pagando uma quantidade bem menor de juros do que se optar por receber em um dia útil. Muitas vezes, essa “pequena” diferença pode se transformar em rios de dinheiro principalmente em uma loja que vende muito.

Compre os produtos de seu fornecedor com margem de lucro já recebida

Como funciona o dropshipping a partir daqui? Seu cliente já realizou a ordem de compra. Agora, cabe a você enviar o produto para o endereço informado no cadastro previamente realizado antes da compra. Vale ressaltar que, a depender do plugin de compatibilidade com a loja fornecedora que você instalou, tudo já acontece de forma automática.

No caso do Oberlo que já mencionamos anteriormente, você basicamente apenas informa o seu produto na plataforma, define algumas regras de porcentagem de lucro, altera as imagens e descrição para o português, sem precisar fazer mais nenhum tipo de alteração fora da curva.

Assim, sempre que um cliente concluir uma ordem de compra, cabe a você finalizá-la. Na plataforma da Oberlo, você ficará com uma notificação pendente: significa que é a sua vez de comprar o produto do fornecedor, para este receber o valor sem seu lucro e poder enviar para os dados cadastrados pelo seu cliente.

Porém, atente-se a um pequeno detalhe: os pagamentos via boleto demoram até 72hs para compensar. Jamais efetue a compra do produto do seu cliente sem antes ter a certeza de que o dinheiro caiu na sua conta, visto que o comprador pode simplesmente resolver não pagar o boleto ou se esquecer dele, gerando um grande prejuízo para seu financeiro.

E a compra de fornecedores nacionais?

Aqui, tudo acontece de forma mais manual do que automatizada. Assim, a cada vez que um cliente novo realizar a compra, você repassa os dados ao seu fornecedor que envia o produto.

Alguns fornecedores nacionais também possuem plataformas próprias e que trabalham de forma automatizada, podendo ser compatibilizada com alguns modelos de plataforma, como Shopify e WooCommerce, principalmente, que são as plataformas mais usadas para dropshipping nacional.

Novamente, atenção para o pagamento via boleto bancário. A lógica não muda: enquanto o dinheiro não caiu na sua conta, ou seja, enquanto o boleto realmente não compensou, você não deve fazer a compra com o seu fornecedor. A incidência de boletos gerados não pagos é bastante alta. Tome cuidado quanto a isso!

Envie o produto direto para a casa de seu cliente

Como funciona o dropshipping? Bem, aqui está a mágica dessa técnica de vendas: ao finalizar o pedido junto ao seu fornecedor, o produto será enviado de forma direta a casa do seu clientes, sem ter que passar pelo seu endereço e aí sim chegar na casa de quem comprou no seu site.

É de suma importância que o endereço que o cliente entregou na plataforma esteja correto. Caso contrário, os Correios não farão muita questão de procurar pelo endereço correto, fazendo com que a encomenda volte à unidade dos Correios na cidade em questão, e após um tempo simplesmente seja descartada.

É interessante que você deixe um aviso expresso no site sobre a importância do preenchimento correto do endereço do cliente. Alguns dropshippers (denominação usada para definir os donos de loja de dropshipping) preferem deixar uma opção de preenchimento do número de WhatsApp do cliente. Assim, entram em contato para confirmar o endereço informado.

É uma opção realmente válida, mas que demanda tempo. Automatizá-la por meio de mensagens rápidas e compreensivas do WhatsApp Business é a opção mais indicada para que o processo não tome muito do seu tempo. Continue lendo conosco e entenda como funciona o dropshipping.

Venda sem estoque

Por fim, aumente suas vendas sem estoque. Este tópico não possui nada em específico sobre o procedimento, mas serve para lembrá-lo que, do início ao fim, você não teve nenhum gasto de dinheiro ou tempo com logística física, apenas organizacional:

  • Você criou uma loja;
  • Um cliente comprou um produto de sua loja;
  • Você recebeu seu dinheiro;
  • Seu fornecedor enviou o produto para o endereço correto;
  • Seu cliente recebeu o produto;
  • Você vendeu e faturou sem gasto com estoque.

Como escolher fornecedores?

Bem, já sabemos como funciona o dropshipping, mas e como escolher fornecedores? Lembra de quando mencionamos sobre a importância de escolher bons fornecedores? Estávamos falando exclusivamente  sobre fornecedores internacionais. Dizemos isso porque, caso escolhido de forma incorreta, seu fornecedor pode lhe dar mais dor de cabeça do que outra coisa.

Quando falamos de compras internacionais, há muito medo por parte de quem compra, pois há chances de o produto não chegar, ou simplesmente vir errado. Assim, quando compramos em plataformas como o AliExpress, é necessário levar em conta alguns critérios de avaliação para o fornecedor. Os dois principais são os seguintes:

Pontuação da loja na plataforma

Toda plataforma internacional tem uma pontuação que vai de 0 à 5, concedida às empresas que ali estão registradas. Plataformas como AliExpress e Shopee possuem essa pontuação. Assim, sempre que você chegar aos produtos de uma empresa, recomendamos que dê atenção a esta pontuação.

Em geral, a recomendação principal é que você não compre de lojas com pontuação abaixo de 4.7. Acima disso, há segurança. Abaixo disso, há grandes chances de que problemas relacionados a entrega de um produto errado ou nem mesmo enviado tenham acontecido, e você não quer que isso aconteça.

Comentários de avaliação

Por fim, analise os comentários de avaliação deixados por clientes que já compraram naquela loja. Geralmente, você encontrará esses comentários em outra língua, das mais estranhas possíveis até as mais conhecidas: inglês, árabe, chinês mandarim, alemão, espanhol, holandês, etc.

Os comentários podem ser facilmente traduzidos pela ferramenta automática do navegador ou então no próprio Google Tradutor. Veja os feedbacks dos clientes, entenda se o produto chegou do tamanho, forma e na data correta, além de analisar as imagens dos produtos que quase sempre são colocadas nos comentários.

Vale a pena trabalhar com dropshipping?

Você já sabe como funciona o dropshipping, mas será que vale a pena? Em geral, sim, vale muito a pena. Trata-se de uma técnica que pode trazer bons frutos financeiros para quem tiver paciência de trabalhar, principalmente quando falamos de dropshipping internacional, que costuma trazer maior dor de cabeça.

Esse tipo de plataforma costuma render muito dinheiro depois que aumenta a quantia de tráfego mensal no site. Existem diversos rendimentos, desde aqueles que ganham 5 mil reais mensais, até quem fatura 40 mil reais por mês, somente vendendo produtos sem estoque por meio do dropshipping.

Portanto, defina seu nicho, escolha se vai querer trabalhar de forma nacional ou internacional, siga nossas dicas de criação de loja e cadastro de produtos, além da escolha de fornecedores e gateway de pagamento, e comece a faturar com suas vendas diariamente, seja através de tráfego pago ou então técnicas de SEO para tráfego orgânico. Esperamos ter ajudado você. Até a próxima!