Melhor Site para Criar Loja Virtual: 8 Plataformas em 2022!

Melhores sites para criar loja virtual: Confira as 8 principais plataformas

O melhor site para criar loja virtual é gratuito? Quais são as principais opções de plataformas que funcionam para e-commerce? De que forma podemos analisar as suas vantagens e desvantagens? É melhor escolher uma plataforma pronta ou algum tipo de CMS que pode ter HTML editado?

No conteúdo de hoje, falaremos um pouco mais sobre as principais plataformas de e-commerce do mercado. Assim, você pode escolher aquela que mais se adequa com o que você precisa para seu mercado de trabalho na web. Portanto, caso queira saber qual é o melhor site para criar loja virtual, acompanhe-nos até o final do conteúdo. Vamos lá!

Várias soluções disponíveis

Antes de falar de plataformas, é necessário fazer uma distinção entre as várias soluções disponíveis para criar um e-commerce e vender os seus bens ou serviços online.

A primeira solução consiste em recorrer a serviços que permitem abrir uma loja online com um procedimento simples, com poucos cliques e pagando um preço baixo, que aumenta de acordo com os planos escolhidos e as suas necessidades.

É, portanto, uma possibilidade a considerar especialmente se pretende abrir um e-commerce de pequena ou média dimensão, não possui competências técnicas particulares e tem um orçamento limitado para investir no projeto.

A segunda, por sua vez, consiste em comprar um domínio e, consequentemente, seu próprio espaço dentro da Web, para nele instalar um CMS (Content Management System), ou seja, um software para gerenciar todos os conteúdos do comércio.

No entanto, para empresas de médio e grande porte, caso você tenha alguma habilidade técnica nesse sentido (ou a possibilidade de contar com especialistas) e um orçamento mais substancial para investir.

A terceira, e última, é vender seus produtos em plataformas já existentes, como Amazon ou eBay, criando uma conta especial como vendedor. Pode ser uma solução adequada para quem já possui uma loja física e deseja expandir para conquistar novos públicos, mesmo distantes, por meio de vendas online.

Após esta pequena introdução, você deve ter uma visão um pouco mais clara da situação. No entanto, não há plataforma, serviço ou tipo entre os indicados que seja absolutamente melhor que outro.

Existem diferentes soluções para diferentes situações, a avaliar caso a caso. Nos próximos capítulos, no entanto, você encontrará tudo explicado em detalhes sobre o melhor site para criar loja virtual.

Qual é o melhor site para criar loja virtual?

 

Melhores sites para criar loja virtual: Confira as 8 principais plataformas

Afinal, qual é o melhor site para criar loja virtual? Neste ponto, você está pronto para chegar ao cerne da questão e descobrir quais são as melhores plataformas de e-commerce que você pode usar para criar sua loja online.

Leia com atenção todas as plataformas que vamos apresentar e avalie se elas se encaixam na sua situação, então você pode se dedicar à parte operacional e criar seu e-commerce. Vamos lá:

1. Shopify

Shopify é uma plataforma de comércio eletrônico muito amada e apreciada, que facilita as operações para quem não possui habilidades técnicas específicas em termos de programação ou web design, mas ainda deseja abrir uma loja com seu próprio nome de domínio.

Através do Shopify você pode comprar seu domínio e criar seu e-commerce seguindo simples procedimentos automatizados. Será a plataforma que irá albergar e gerir toda a parte técnica, ao mesmo tempo em que concede total autonomia às lojas individuais. Este último, aliás, não será exibido em vitrine (como acontece na Amazon), mas aproveitará seu espaço na web.

Para explicar de uma forma ainda mais simples: escolha e compre o domínio (por exemplo, sualoja.com.br) através do Shopify, pague uma assinatura mensal (que, portanto, inclui o uso da plataforma e o custo dos servidores) ao Shopify, que o torna o proprietário e administrador, fornecendo todas as ferramentas de que necessita para a sua loja online.

Entre elas está, claro, a possibilidade de abrir um site de e-commerce com blog anexado, vender um número ilimitado de produtos, adicionar mais pessoas ao staff com permissão de acesso ao painel de gestão (de 2 a 15 dependendo do plano escolhido), utilizar canais de vendas como redes sociais e criar manuais de pedidos.

Além disso, poderá gerir facilmente o SEO (posicionamento nos motores de busca), clientes, pagamentos e envios.

Em suma, não há aspectos que o Shopify não tenha pensado e tudo pode ser mantido sob controle a partir do painel do site via PC e aplicativo móvel (disponível para Android e para iOS/iPadOS).

Esta ferramenta extremamente intuitiva e fácil de usar é criada em um painel de gerenciamento onde você pode gerenciar seus produtos e estoque, pedidos, dados de clientes, automação de marketing e análises de desempenho.

Como criar um e-commerce com Shopify?

Dito isso, vamos para a parte prática. Para criar seu e-commerce com Shopify, basta acessar o site oficial do serviço, inserir seu endereço de e-mail no espaço fornecido e clicar no botão “Iniciar teste gratuito”, então você pode seguir o assistente e personalizar todos os aspectos da sua loja online.

Além disso, por 14 dias, você pode usar o serviço gratuitamente sem inserir um cartão de crédito. Ao final da avaliação, você pode decidir se deseja continuar e escolher uma das três assinaturas disponíveis ou abandonar o serviço.

O plano Básico, é claro, é o mais adequado para começar. Entre as principais vantagens, portanto, para puxar um pouco os fios da discussão, temos as seguintes opções:

  • Serviço de hospedagem incluído;
  • A possibilidade de gerenciar tudo de forma centralizada;
  • Personalizar o design com grande variabilidade;
  • Usar plugins para aumentar e melhorar a loja funções;
  • Entre várias outras funções.

Veja também:
Criação de Loja Virtual para Vender Mais pela Internet
Criar uma Loja Virtual Grátis com o Loja Integrada

2. WooCommerce

O melhor site para criar loja virtual, na realidade não é um site, mas sim um plugin CMS. Estamos falando de uma excelente solução para criação de um e-commerce na plataforma WordPress (o CMS mais famoso e utilizado para criação de sites e blogs) através do plugin WooCommerce open source, que permite gerenciar produtos, pedidos, estoque e tudo mais, venda de bens e serviços online de forma bastante simples.

Existem várias maneiras de usar o WooCommerce: entre as mais simples, que não exigem conhecimento técnico de um determinado nível e não exigem a instalação manual do CMS em um espaço Web adquirido separadamente, está o WooCommerce.

Para criar sua loja online, tudo o que você precisa fazer é acessar a página oficial do serviço e baixar o plugin em seu site já construído.

Posteriormente, através do preenchimento de um formulário, poderá introduzir as principais informações relativas ao seu e-commerce e proceder à personalização do aspeto estético.

Vantagens e desvantagens do WooCommerce

Entre as vantagens desta plataforma estão certamente a facilidade de uso, devido ao fato de o WordPress ser um CMS extremamente intuitivo e simples de usar (mesmo que ao mesmo tempo muito profissional), a possibilidade de aumentar as funções do e-commerce, com um grande número de plugins e extensões, e a capacidade de gerenciar facilmente produtos, pedidos e clientes (recebendo também uma mensagem em caso de compras).

Entre as desvantagens, porém, está a necessidade de algumas habilidades a mais do que, por exemplo, Shopify, relacionadas à estratégia de vendas, SEO e gestão de aspectos de branding.

Além disso, em comparação com outras plataformas dedicadas, é um pouco menos completo, devido ao fato de ainda ser baseado no WordPress, que se dedica à criação de sites e blogs e não de e-commerces.

3. Magento

Qual é o melhor site para criar loja virtual? Magento é uma das soluções mais completas e profissionais entre as disponíveis.

É, de fato, um CMS de código aberto de ponta, ideal para grandes empresas e para gerenciar várias lojas ao mesmo tempo. Sua flexibilidade e capacidade de adicionar plugins e extensões continuamente atualizadas (gratuitos e pagos), o tornam muito apreciado devido à grande personalização que pode ser alcançada em seu e-commerce.

Sendo um serviço completo, também possui inúmeros recursos avançados para gerenciar diferentes aspectos da loja online, em primeiro lugar a otimização de SEO.

Será possível gerenciar o catálogo de produtos (que pode ser inserido em um número ilimitado), às formas de pagamento e todos os aspectos da estética da loja com total autonomia. Essa vantagem, no entanto, pode se traduzir em desvantagem, pois confunde pessoas menos experientes e torna a plataforma menos intuitiva que as anteriores.

Como criar uma loja virtual com Magento?

Para criar um e-commerce com Magento, antes de tudo, você precisa recorrer a um bom serviço de hospedagem e comprar o espaço em um servidor bastante poderoso e de alto desempenho.

As dimensões do Magento, de fato, são bastante grandes e, para funcionar corretamente, mas, sobretudo, rapidamente, é necessário que o servidor que hospeda o e-commerce e todos os seus dados tenha boas características.

Com Magento você terá que fazer tudo sozinho: comprar um domínio e um espaço web, depois registrar e baixar o CMS, instalá-lo no servidor e gerenciar seu e-commerce.

Enquanto isso permite que você tenha total controle sobre todos os aspectos do projeto, por outro se traduz em uma maior quantidade de aspectos para gerenciar e orçamento para dedicar. Os serviços de hospedagem, no entanto, oferecem pacotes de instalação que podem facilitar muito a tarefa para você.

Atualmente, são três as soluções oferecidas pelo CMS, divididas de acordo com o tamanho e as necessidades do seu negócio: Small Business, Mid-Market & Enterprise e Enterprise.

O CMS em si é gratuito e você não precisa gastar dinheiro para baixá-lo e instalá-lo. A opção Enterprise, no entanto, requer uma cotação para ser instalada e é dedicada a negócios que já começaram e têm um volume de negócios bastante grande.

Tenha em mente que, na prática, para desenvolver um e-commerce com Magento, você ainda terá que contar com a ajuda de especialistas, para garantir que tudo funcione corretamente. Na verdade, há muitos aspectos para cuidar, trabalhando diretamente no código.

Vantagens e desvantagens do Magento

Para resumir, entre as vantagens do Magento estão:

  • A possibilidade completa de personalizar todos os aspectos do comércio eletrônico;
  • Uma grande presença de temas e plugins que podem ser instalados;
  • Um bom serviço de otimização de SEO;
  • E a capacidade de gerenciar várias lojas ao mesmo tempo.

As principais desvantagens, por outro lado, prendem-se com a complexidade de criação e utilização deste CMS e a obrigatoriedade, caso não seja um programador, de ser apoiado por uma equipe de especialistas para criar e gerir e-commerce. Além disso, foi encontrada uma presença bastante alta de bugs e problemas com tempos de resolução bastante longos.

Veja também:
5 Opções para Criar uma Loja Virtual em 2022
8 Dicas sobre Como Montar uma Loja Virtual em 2022!

4. PrestaShop

PrestaShop é um CMS de código aberto para a criação de e-commerce, que permite criar e gerenciar sua loja online de forma bastante simples e rápida.

Como em outras soluções vistas acima, é necessário adquirir um nome de domínio e um pacote de um serviço de hospedagem, para ter um servidor no qual inserir o CMS e, consequentemente, o e-commerce.

A vantagem, no entanto, é que é um software um pouco “pesado” (se comparado, por exemplo, ao Magento) e isso permite reduzir os custos mensais ou anuais de gerenciamento do servidor.

Como criar uma loja virtual com PrestaShop?

Depois de comprar tudo o que você precisa, você precisa instalar o PrestaShop e criar sua própria loja online. Neste caso, fazê-lo não é particularmente difícil e não são necessárias grandes habilidades técnicas.

Até o uso da plataforma, uma vez logado, é intuitivo e ao alcance até dos menos experientes. Em primeiro lugar, será necessário definir um tema, um logotipo e o design geral (podendo adicionar módulos externos, ou seja, extensões para aumentar e modificar a funcionalidade). Após isso, será possível proceder à inserção dos produtos no catálogo e à gestão do e-commerce.

O PrestaShop permite que você gerencie tudo através do back office (painel do administrador), composto pelo Dashboard, o menu de gerenciamento de pedidos, catálogo de clientes e as configurações de módulos, design, envios e pagamentos.

O painel está dividido de forma bastante intuitiva, com a possibilidade de consultar as estatísticas relativas ao andamento da loja, buscando melhorar o seu desempenho.

Vantagens e desvantagens do PrestaShop

Entre as vantagens deste CMS estão a facilidade de uso, a possibilidade de gerenciar várias lojas ao mesmo tempo através do mesmo back office e a possibilidade de destacar alguns produtos.

As principais desvantagens, no entanto, consistem na rigidez das configurações de SEO e na grande quantidade de extensões pagas mesmo para fazer alterações simples.

5. Joomla

Joomla é a principal alternativa ao WordPress e também é um CMS de código aberto que permite, gratuitamente (pagando apenas o custo de gerenciamento do pacote de hospedagem), criar seu próprio e-commerce para ser carregado dentro do espaço adquirido.

O serviço é essencialmente dedicado a pequenas empresas, têm um funcionamento bastante simples e lhe permite gerir na íntegra os seus conteúdos, mesmo que não tenha conhecimentos de programação. Uma vez baixado e instalado, através do uso de uma interface de backend amigável, você pode gerenciar tudo facilmente, desde pedidos a pagamentos.

Vantagens e desvantagens do Jommla

Entre as vantagens do Joomla, certamente devemos mencionar as funções de otimização de SEO e a possibilidade de traduzir o site para vários idiomas sem a necessidade de instalar extensões adicionais. 

Trata-se, de fato, de um software nativo multilíngue, indicado para quem deseja vender seus produtos também no exterior.

As desvantagens, no entanto, são que ele é “mais pesado” que o WordPress (e consequentemente o WooCommerce) e, às vezes, complementos para download, como temas, extensões e módulos, geralmente apresentam bugs.

Outras soluções de comércio eletrônico

Entre as soluções para criar um e-commerce, também existem outros serviços que podem ser levados em consideração. Aqui estão alguns dos mais interessantes:

  • Wix: conhecida plataforma de criação de sites, também oferece a possibilidade de criar e gerenciar um e-commerce. O serviço é gratuito, intuitivo e simples de usar. Além disso, para adicionar funções ausentes, você pode acessar o App Market integrado, que permite baixar funções adicionais gratuitamente. Para iniciar o seu próprio e-commerce, no entanto, você precisa comprar um pacote com custos iniciais consideráveis;
  • Criador de sites Hostgator: é outro bom serviço para abrir seu próprio e-commerce de forma rápida, caso sua necessidade seja vender uma pequena quantidade de produtos. Em pouco tempo, permite comprar um domínio e, por um valor base mensal, iniciar o seu próprio pequeno negócio, podendo vender até um máximo de 100 produtos.

Como vender em plataformas existentes?

Entre as opções que mencionamos anteriormente, há também a possibilidade de vender seus produtos dentro de plataformas já existentes. Com este método, você pode criar uma vitrine para exibir seus produtos e vendê-los em todo o mundo.

Para aproveitar esse método, você pode usar alguns dos maiores marketplaces da web, como Amazon, eBay ou Etsy, dependendo do tipo de produto a ser vendido e de suas preferências.

Na Amazon, primeiro, você precisará criar uma conta de vendedor e escolher um plano de vendas. A Amazon, aliás, oferece a possibilidade de criar uma loja gratuita com algumas limitações ou, alternativamente, uma loja com taxa de pagamento mensal com menos restrições.

No eBay, por outro lado, você terá que criar uma conta e decidir que tipo de loja abrir. Por fim, o Etsy é um site dedicado a produtos artesanais e vintage. Permite abrir uma loja gratuitamente, pagando apenas uma comissão por cada anúncio publicado. Esperamos ter ajudado você a definir qual é realmente o melhor site para criar loja virtual para você. Até a próxima!